Blog

Modalidades de Snowboard

Encontra sua viagem de esqui:

Hotel + Ticket
Ticket
Quarto/Apartamento (1)
Home
Blog
Modalidades de Snowboard

BLOG DE ESQUI, SNOWBOARD E MONTANHA

Modalidades de Snowboard

14/02/19

Modalidades de Snowboard

-    Freestyle: (Estilo livre) Modo que se concentra em fazer truques, que são piruetas, saltos, manobras tanto no sentido usual de correr e reverter (fakie). Para realizá-las, o rider usa de diferentes técnicas que, por sua vez, distinguem diferentes disciplinas dentro do estilo livre.

 

- Half-pipe: (Meio tubo) é praticada dentro de uma estrutura em forma de U esculpido em neve que os pilotos tentam fazer todas as manobras possíveis pulando além das bordas. É complementado pelo Super Half-pipe, que possui maior largura entre as paredes, e com transição mais suave. É uma disciplina muito difícil e em que as pranchas e as fixações usadas são muito duras e reativas para permitir o controle total. Essa modalidade faz parte dos Jogos Olímpicos. Os muros são construídos com acessórios muito caros para as máquinas pisa-pistas, e é por isso que eles são tão poucos em lugares com pouca tradição em freestyle.  

 

- Slopestyle: é praticado em uma pista em que são organizados vários módulos, como saltos, rampas e caixas em que o piloto tenta fazer o máximo de manobras durante a descida. É considerado um esporte Olímpico de Inverno de 2014.

 

- Big Air: chamado salto grande, consiste em um snowboard descer uma rampa e executa truques depois de lançar saltos muito grandes. Na maioria das versões, há apenas um grande salto e, portanto, apenas uma oportunidade para executar um truque. Os competidores realizam manobras complexas no ar, com o objetivo de atingir altura e distância consideráveis, garantindo um pouso limpo.

 

- Jibbing: Conhecido por Jibbing o atleta desliza sobre o corrimão com o snowboard.  

 

- Quarterpipe: O piloto é lançado a toda velocidade em um tubo de neve e deve saltar tão alto o quanto possível e tentar fazer as melhores acrobacias durante o seu vôo.   

 

- Freeride: Esta modalidade é focada na descida por lugares extremos, fora das pistas. Quando se funde com freestyle (em aspectos como o uso de elementos naturais, como estacas de rocha, penhascos, arvores, etc), é conhecido como extremo Freeride.

 

- Slalom Paralelo: Os competidores devem se esquivar de cones em zigue-zague. Eles descem primeiro individualmente e os 32 melhores tempos são classificados. Nestes, dois competidores saem de uma vez através de portas automáticas e descem um de cada lado. Nestes o vencedor passa até a final. A parte interna da cabine é curta para facilitar a inclinação da curva do condutor. Os competidores usam uma bota rígida, semelhante à do esqui, mas com mais inclinação. Esta bota começou a ser a mais comum entre os praticantes deste novo esporte nos anos 80, mas agora foi destinada a esta competição.

 

- Boardercross: modalidade que é disputada entre 4 competidores ao mesmo tempo, descendo por uma pista cheia de saltos, curvas inclinadas e obstáculos variados. Primeiro eles descem individualmente, e os 32 melhores tempos são classificados, que vão para a eliminatória 4 de cada vez. Praticantes desta modalidade competem utilizando botas leves e botas duras de Slalom, sendo o criador da pista responsável por igualar as forças entre as duas correntes de snowboard. Esta modalidade é olímpica desde Turim 2006.

 

- Snowboarding de montanha ou cross-country: essa modalidade é mais comum no esqui, mas há alguns anos foi incorporada ao snowboard através de tabuas especiais, chamadas splitboard, para essa modalidade.

Este site usa cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar propaganda relacionada às suas preferências ao analisar seus hábitos de navegação. Se você concorda, pressione ACEITAR ou continue navegando. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações clicando em Mais informação.